João está internado (de novo)…

Joãozinho está internado e deve ficar por aqui por uns 10 dias. Faz umas 3 semanas que ele está chatinho, irritado, não mama muito bem… Nós e o pediatra estávamos achando que fosse dos primeiros dentinhos. Até pode ser, só que ontem o João teve 38 de febre. O pediatra mandou dar Tylenol a cada 6 horas e ver se abaixava. Só que, de uma hora pra outra, a febre subiu para 40 graus! Eu nunca vi ele do jeito que ficou… Tremendo a boquinha, o corpo todo, todo branco, lábio roxo, com dificuldade para respirar… Um terror! Ficamos preocupados porque a Maria Eduarda, nossa vizinha, teve a gripe suína e o João a via praticamente todos os dias.

Fomos para o Hospital Santa Marina, que é mais perto de casa. Passei na frente de todo mundo porque a febre de 40 graus se comprovou. Os caras deram Tylenol e tive que dar um banho quase frio no pequeno. Meu Deus, ele gritou tanto… Dói o corpo todo, é horrível…

Assim que eu falei da gripe suína, a médica diagnosticou: é o h1n1. “Olha, mãe, como hoje é sábado e você não vai conseguir pegar o remédio amanhã, ele fica internado aqui no hospital por uns dois dias para tomar o Tamiflu e fazer o exame que comprova a gripe e depois vai pra casa”. Até aí, tudo bem. Ele fez raio-x e um hemograma e não deu nada. Só que a médica que fechou a ficha dele era do outro plantão e liberou a gente com o pedido para pegar o Tamiflu na AMA. E mais nada! Achei estranho, mas voltamos pra casa.

Ao chegar lá, o João tava dormindo. A gente se arrumou, colocou o pijama e deitou por 20 minutos. Foi quando o João começou a chorar e estava ardendo em febre de novo. Tremia mais ainda, ficou mais branco, resmungando… Fiquei morrendo de medo dele convulsionar. Não saberia nem o que fazer… Viemos para um hospital bem melhor, mas mais longinho de casa. Ele tomou uma injeção de dipirona, fez outro raio-x, exames de sangue e urina. A febre foi abaixando aos poucos. O médico disse que ele não tinha corisa nem tosse e que seria muito difícil ter o h1n1.

O raio-x deu um pouco de secreção, mas nada preocupante. Os exames de sangue deram normais, mas o de urina deu super alterado. Resultado: infecção urinária. “Mãe, ele vai ter que ficar internado até sarar da infecção”. Putz, que merda. Fiquei sabendo que isso demora em média de 7 a 10 dias para acontecer, o que significa que eu e o Joãozinho teremos muitas saudades de casa.

E ele passou por uns maus bocados hoje. As enfermeiras precisavam pegar a veia dele para dar soro e remédio. Quem falou que conseguiram? Quatro delas tentaram, foram uns seis furinhos e muuuuuitos gritos e choros. Ele não tinha descanso, coitado. No fim das contas, desistimos. Eu pedi para parar e elas perceberam que era melhor mesmo. Ele está tomando o antibiótico em injeção na coxinha. Chorou muito o dia todo, tava dengoso, manhoso, ficou um tempão sem fazer xixi, muita dó.

O que dói é o tanto que ele sofre, o tanto que ele chora, tem dor… A gente chora junto, se emociona, pede para tudo passar pra gente e ele voltar a ser feliz e contente. Como isso não é possível, temos que ter paciência, aceitar e fazer de tudo para minimizar a dor e os choros. Me entristece muito voltar ao lugar que ele ficou internado aos 15 dias por causa do refluxo. Lembrar de tudo o que eu sentia naquela época por causa da depressão pós-parto, lembrar que eu não consegui ajudar o meu pequeno e que o Mosca fez as vezes de mãe. Lembrar que ele só tem 4 meses e já passou por poucas e boas. Uma infecção urinária, a princípio, não é nada sério, mas dói muito ver meu filho chorando e doentinho.

Dói também não ter muito com quem dividir esse momento. É claro que a gente conversa com amigos e familiares, mas nos sentimos meio solitários e carentes quando essas coisas acontecem. Não podemos contar com os avós, por exemplo. Meu sogro é velhinho, meu sogro já morreu, meu pai trabalha um monte, minha mãe é emocionalmente instável. É ruim saber que vou passar os próximos dias sozinha aqui com ele e que o papai só vai aparecer à noite, assim como acontece em casa.

Queremos sair logo daqui, né, filho?! Queremos voltar pra casa, curtir nosso cantinho, nossa rotina e nossas brincadeiras sem essa chatice de remédios, injeções e enfermeiras. Filho, a mamãe te ama muito e esse é o momento de colocar em dia os meus cuidados com você. Correr atrás do que eu não consegui fazer quando você nasceu. Você é a pessoa mais importante da minha vida e a mamãe e o papai estarão aqui sempre que você precisar. Se Deus quiser, ainda esta semana a gente volta pra casa.

Anúncios

13 comentários sobre “João está internado (de novo)…

  1. Todas as boas energias do mundo pra essa família e muita, muita saúde para o nosso pequeno herói. Aguardamos ansiosos a boa notícia da saída do hospital e da volta dos sorrisos.
    Força, querida!
    bjos

  2. Poxa, como eles fazem o diagnóstico de gripe suína assim, do nada? Ainda bem que é só infecção urinária. Crianças pequenininhas assim não deveriam sofrer, né? Mas pode ter certeza que isso vai torná-lo mais preparado para as batalhas que surgirão na vida dele, viu? Dói o coração, mas tudo vai melhorar, você vai ver, quando você olhar pra trás nem vai lembrar disso depois!

    Um beijão, fiquem com Deus, tô rezando aqui pra vocês!

  3. Jaque disse:

    Querida, estou aqui torcendo pelo pequeno mosca! Vai ficar tudo bem, viu? E esse moleque terá muitas histórias para contar! Bemzadeus.
    Um bjão…. Se precisar de alguma coisa, ligaaaaa
    Beijos

  4. Minha querida… O que te dizer…
    Sinto mto pelo susto, sinto não poder ajudar…
    Melhoras pro Pequeno grande menino… Que ele passe por mais essa e saia ainda mais forte…
    Não se culpe pelo que não pode fazer, pense no que ta podendo fazer hj, que és uma mãe dedicada, preocupada, amorosa… pense no qto vc faz hj…
    Melhoras pra todos…
    Sinta se abraçada…
    Bjs e abraços apertados…
    🙂

  5. Aiiii Fabi… vi o teu msn e vim correndo ler aqui.
    AMIGA, MUITA FORÇA VIU??? TENHA FÉ Q TUDO VAI FICAR BEM.
    ESTAREI ORANDO PELO JV, TENHA CERTEZA DISSO!
    ADORO VCS.
    BJS MEUS E DA BRUNNINHA.

  6. amandansaldo disse:

    Ai Fabi, nem sei o que te falar… mas vc sabe q tem menos de um mês q passei por tudo isso com a nene né? EXATAMENTE isso… reviraram ela e viram q era infecção urinária… um saco…. ele ta tomando o q? Ela tomou primeiro “rucefin” (nao sei escrever isso) e depois passou p keflex…. Ele já fez a cultura da urina p saber que bichinho é?? Demora uns dias, mas depois q sai o resultado a cultura parece q tudo vai entrando no lugar… pq ai pelo menos os medicos sabem qual bacteria tem q tratar…. Em qual hospital vcs tao??? Eu fico desesperada so de pensar em febre…. e amanha ela vai tomar vacina… ou seja, a probabilidade de ter febre é grande… isso ja me deixa nervosa…
    quando puder me chama no msn
    bjos e força ai!!

  7. Luiza disse:

    Fabi… quanto tempo não escrevo para você. Justo hoje que resolvi abrir sua página, me emocionei literalmente com o seu depoimento. Nossa… nem sei o que dizer. Sei que peço ao Papai do Céu para proteger o João e que lhe dê forças para mais uma fase da vida do seu pequeno. A Laurinha também esteve chatinha esses dias…teve febre, mas está bem agora. Se eu fosse uma borboletinha ia ai no hospital para te dar um abraço de conforto e de muito otimismo, mas como não sou, sinta-se abraçada e saiba que o João já faz parte das minhas orações… Fiquem com Deus!!! Beijos Luiza e Laura.

  8. Elis disse:

    Oi gata.
    Poxa, precisando de algo?
    Olha, fala pra Joao voltar logo p/casa pra eu finalmente conhecê-lo, tá 😉

  9. Thatianne disse:

    Oi!

    Nunca tinha vindo aqui, descobri pelo twitter da Ana @gemeospontocom. Minha filha tem 2 anos e 5 meses, e a uns 4 meses teve uma infecção urinária, brabíssima!

    Me identifiquei muito com o seu texto, pq é um sofrimento gigantesco pros nossos pequenos. Ela também tava fraquinha, sem comer, pq a infecção foi gerada por uma prisão de ventre – ou seja, a sensação de barriga dolorida, dificuldade pra fazer cocô e batata…prender o xixi até dar infecção. E o pior é que ela já tinha saído das fraldas, estava toda mocinha usando o banheiro, com a infecção acumulamos a volta as fraldas e o trauma de qualquer coisa que tenha a ver com remédio e jalecos brancos (o choro é de cortar o coração).

    A história das agulhadas é exatamente como aconteceu com a Sophia, foram 8 furos pra conseguir segurar uma veia, e o pior é que tinha que pegar, pq ela já estava a tempo demais sem fazer xixi e precisava de hidratação e um diurético…enfim, mega sofrimento pra minha pequena e pra mim que me senti um nada sem poder pegar aquela dor toda e tirar dela…

    Muitos beijos e melhoras por João, logo, logo ele vai tah em casa fazendo estripulias e experimentando todas as novidades dessa fase deliciosa!

  10. Ana Romero disse:

    Li os depoimentos de voces e pude entender perfeitamente a situação pois sou tia coruja de uma menina linda de 10 meses que está passando esses maus bocados. Ela ficou internada uma semana mas ainda está se recuperando. Graças a Deus não teve mais febre mas cada xixi é uma festa já que estes têm sido mais espaçados. É sempre bom entender mais da situação e sempre que posso procuro ajudar a maninha que acaba sobrecarregada.

    Muita saude pro João e para todas as crianças.
    ana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s