2º Seminário Revista Crescer Famílias Contemporâneas


Ontem eu fui ao seminário promovido pela Revista Crescer e posso dizer que foi uma manhã muuuuuito enriquecedora! É tão bom ouvir histórias parecidas com as suas, opiniões de gente bacana, dar risada dos nossos problemas de mãe…

Foi assim: a Crescer fez um evento com leitoras com dois painéis de temas e convidados bem especiais. O primeiro foi “Como fica o casamento depois dos filhos?”. Um tema “punk”, não?! Estavam lá como convidados o jornalista esportivo Abel Neto (que tem um filho de 3 anos), o ator Eduardo Moscovis (que tem 3 filhas), a atriz Dira Paes (mãe do Inácio de 2 anos) e a terapeuta Teresa Bonumá. O mediador dessa e a da outra conversa foi o (incrível) Marcelo Tas.

Gente, a Dira Paes roubou a cena! Ela é muito engraçada e falou um monte da sua vida íntima. Ela disse que estava morrendo de vergonha, mas confessou que só parou de amamentar agora, quando o filhote fez dois anos, porque o marido exigiu e ela prometeu parar. Então, no dia 23 de abril, aniversário do Inácio (e do João tb!!!), ela parou de dar o peito. Ela disse que ainda está sofrendo muito, mas o maridão morria de ciúmes do filho nos seios dela, sabe? Hehehehe… E quando a conversa rumou para o lado sexual da coisa? Putz, todo mundo deu muita risada porque ela disse que até que já fez amor com o filhote ao lado na cama. A terapeuta ficou com uma cara feia quando ela falou isso… Abafa! Hahahaha…

O segundo painel foi “Educar dá trabalho, sim!”. Os convidados eram a chef Carla Pernambuco (mãe de três), a apresentadora Caroline Ribeiro (mãe de um menino de 6 anos), o escritor Ilan Brenman (pai de duas meninas) e a psicóloga Rita Calegari (que tem uma adolescente de 15 anos). Olha, posso dizer que me surpreendi com a Caroline. Ela falou várias coisas bem bacanas sobre educação, amor, carinho… Mostrou-se bem esclarecida, madura, sabe? Mas, ao mesmo tempo, ela também se sente culpada por não passar tanto tempo com o filho, por ter que viajar muito. Ou seja, uma pessoa normal! Na minha opinião, ela se destacou muito no segundo painel e acho que deu um baile nos outros convidados. Tudo o que ela falava, a psicóloga concordava, completava. Bem bacana.

O que eu aprendi e você pode aprender também
Eu anotei tudo o que eu achei interessante sobre as discussões e acho que pude tirar alguns ensinamentos. Uma delas é que o casamento tem que continuar porque os filhos vão crescer e ter a vida deles. Isso nem foi falado lá, eu até já tenho consciência disso, mas é sempre bom reforçar certas coisas para que a gente tente não se perder no meio do caminho. Outra coisa é sobre um segundo filho. A terapeuta Teresa disse que é mais fácil e mais gostoso criá-los todos juntos, com idades próximas, mas ao mesmo tempo, é preciso que o casal converse muito e refaça todos os vínculos ao querer ter filhos. A gente ainda tem que se organizar muuuuito para pensar em ter irmãozinho para o João. Outra coisa é que o tempo melhora tudo para o casal. É preciso ter paciência dos dois lados e dedicação ao casamento. As coisas voltam, se reorganizam, mesmo que demore. Brincar e tirar sarro das situações é uma boa para relaxar os ânimos.

Com relação à educação, acho que a discussão mais válida do painel é a de que não é muito bom mostrar para o seu filho só um mundo cor de rosa. Ele precisa saber que existem problemas, tristezas, coisas ruins… Com um pouco de filtro, claro! Eu senti falta disso na minha infância e acho que vivia em um mundo paralelo. Quando a vida se mostrou para mim, foi difícil (e ainda é) lidar com as frustrações. Conte para ele sobre alguém que morreu, leve-o no velório, por exemplo. Se você for se separar do marido, ele precisa saber da verdade. E outra coisa muito importante que eu tirei de lá e que levo para vida é: tudo o que agrega e traz valor, dá trabalho. Portanto, dedicação para o casamento, para a carreira e, principalmente, para a educação dos filhos é fundamental para o sucesso dessa empreitada.

Para ver tudo sobre o Seminário, vai lá no site da Crescer: www.crescer.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “2º Seminário Revista Crescer Famílias Contemporâneas

  1. Menina, foi tudo de bom em…
    Fiquei com uma vontade imensa de ir tb…
    É bom saber que os artistas passam pelos mesmos problemas que a gente, né? E essa Dira parece mesmo que foi “a” melhor…
    Bjs
    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s