Olha quem veio pra ficar!

Sabe quem é essa aí? A Malu, nossa gatinha!


Quem acompanha meu Twitter (segueaê), viu que a gente entrou na fila de adoção na Amora, uma filhotinha do Adote um Gatinho. Acontece que, no sábado, nós estávamos indo ao mercado e passamos em frente ao Pet Center Marginal, onde acontecia uma feira de adoção de cães e gatos. Falei: “Para, para, para! Quero ver os gatinhos…”

A minha experiência com gatos é pequena, mas positiva. Na verdade, meus pais sempre gostaram de cachorro. Quando eu tinha 5 anos, “ganhei” meu primeiro filhote. O nome dele era Boomer e era um Beagle lindo de morrer! Ele morava no sítio do meu avô e eu o via aos finais de semana. Acontece que Boomer foi envenenado pelo caseiro (filho da puta!) e morreu. Ficou em mim um trauma nunca superado. Fui chorar pela morte dele na terapia há uns 3 meses atrás.

Com relação aos gatos, quando eu tinha uns 16, 17 anos, nós tivemos a Tiffany, uma gatinha preta e branca fofa que se enfiava atrás de mim no sofá para dormir (e, de quebra, esquentava as minhas costas). Acontece que a Titi fugia quando entrava no cio. Ela pulava a janela do 1º andar do prédio e ia atrás de um gato caramelo lindo que vivia nas redondezas. Minha mãe achou melhor doar a Titi para um lugar maior, onde ela pudesse fugir à vontade para cruzar quando quisesse. Se eu tivesse conhecimento naquela época e não fosse tão jacu, teria mandado castrar a bichinha e ficado com ela, mas as coisas aconteceram assim…

Aí, há um tempo atrás, meu instinto materno estava tão aflorado que estava até pensando em engravidar de novo. Na verdade, queria aumentara  família e isso seria incrível se fosse com um bichinho. Cachorro dá trabalho demais: demora pra aprender a fazer cocô e xixi no lugar certo, late pra caramba, quer atenção o tempo todo, cheira mal, precisa levar pra tomar banho toda semana… Tenho preguiça de cachorro! Desculpem os adoradores… Aí, meus queridos, começou a operação “convencer o Mosca a ter um gatinho”!

Conversamos com veterinários, com a pediatra (que pediu para esperar mais um pouco, mas abafa!), lemos matéria, procuramos informações na internet… Até que, na praia, o João se deu tão bem com as cachorrinhas que o marido se convenceu: um bichinho vai ser bom pro crescimento do nosso pequeno!


E assim chegou a Malu! Ela tem 2 meses de idade, já está castrada e vacinada e estava sob responsabilidade da Associação Paulista de Auxílio aos Animais (APAA). Para adotar, é preciso RG, CPF, comprovante de residência e o pagamento de um taxa de 50 reais. Se quiser ver os bichinhos disponíveis para adoção, clique aqui.


E o João nessa história? Adora ela, está achando as trapalhadas da gata super engraçadas, mas está morrendo de ciúmes… Tem ímpetos de querer chutá-la e ri quando consegue (o lado cruel de Joãozinho). Ontem, quando tirávamos uma foto dela, ele pedia para tirar uma dele, olha aí, heheeh…

Mas parece que hoje as coisas já começaram a se ajeitar. Joãozinho dormiu no sofá e ela adormeceu em cima da perna dele. Depois, ela ficou pulando em cima da barriga dele pra acordá-lo. Hoje de manhã, João chegou com o rostinho bem perto do focinho dela e deu um beijinho, pegou ela no colo e deu um abraço… O ciúme vai passando aos poucos e o amor vai aparecendo, assim como acontece com os irmãos!

Anúncios

20 comentários sobre “Olha quem veio pra ficar!

  1. Denise SC disse:

    Que fofura Fabi,
    Eu tb tenho uma gatinha a Pietra, e a Isis ja anda chamando a Pipi pra todo canto hehe…
    é mt bom mesmo pra ele, sabe q a Pipi acompanha a Isis desde o nascimento pq eu já tinha ela em casa, e nunca tivemos nenhum problema com isso. Beijos pros 3!!!

    • vivian disse:

      Aique fofooooooooo

      ele logo vai se acostumar amiga , e vai parar de judiar..kk
      Aqui sempre tivemos auauau ..mas adoraria ter um gatinho ..

      Parabéns..

      Lindo nome..kkk

      bjos

    • Oi Denise! Que bom saber que vocês não tiveram problemas com a Pipi. O Joãozinho já começou a se acostumar com a gata, hehehe…

      Oi Vivi! Adota um gatinho, boba! O cachorro cuida do gato, hehehe…

      Beijos, Fabi

  2. é no começo é assim mesmo um pouco dificil depois ahhhhh aguenta coitada da gata…..vai virar um brinquedo facil facil para o João….ainda bem que ela é novinha e vai se acostumando com ele…..
    boa sorte…..eu ainda não tive coragem de ter um bichinho de estimação…

    • Oi Kelly!
      Todo mundo tá me dizendo que a gata vai sofrer, heheheh… Pior que eu acho que isso já começou, hahaha…
      Beijos,
      Fabi

  3. Roberta disse:

    Ai, que história linda, FAbi! Adorei! Eu tô pensando seriamente em adotar uma gatinha pra Laureta tb. Vai ser demais, pq ela adora bichinhos! Dei um daqueles cachorrinhos que respiram pra ela no dia das crianças e ela adorou… Bjs

    • Ai, Rô, gatinhos não dão trabalho nenhum… Ela vai adorar! Toma coragem, hehehe…

      Beijos,
      Fabi

  4. Tatiane disse:

    Fabi a gatinha é linda e um animal de estimação sempre traz muitas alegrias mas tbm dá muito trabalho, eu não pretendo ter um pq não tenho com quem deixar se eu for viajar e etc, mas para quem tem deve ser muito bom.
    Parabéns pelo gesto mas e aí nos conte o seu instinto materno acalmou ou ainda não… he he

    Beijos…

    • Oi Tati!
      Apesar da gatinha dar pouquíssimo trabalho, o instinto materno acalmou, sim! A Malu vive pedindo carinho, requer um pouco mais do meu tempo de atenção e isso me fez lembrar do quanto um filho neném dá trabalho, hahahaha…
      Beijos,
      Fabi

  5. Que legal Fabi… A Ellen é doida pra ter um animal de estimação, mas ainda é mto cedo, pq causa do bb, vamos esperar mudar na nova casa, aí sim, vamos ver…
    O ciumes passa, só cuidado pra ele não apertar a bichinha e ela ficar brava…
    bjs

    • Oi Bárbara!
      É, tem que esperar mais um pouquinho mesmo, né? E, em uma casa maior, tudo fica mais fácil!
      Beijos,
      Fabi

  6. Que linda!!! E adorei o nome… =)

    A gente tem um cachorro, o Odair, que veio antes da Malu. Eles têm uma relação ótima. Ela adora tentar desentortar o rabo inintortável dele… e ele nem liga. E minha vizinha/cunhada tem dois gatinhos que fazem parte do itinerário de visitas da Malu durante seu passeio pelo bairro…

    Acho que criança curte um pet!

    Boa sorte com a Malu!

    Beeijos,
    Laís

    • Oi Laís, gostou do nome? Eu fiquei pensando nas minhas amigas que têm uma Maria Luiza em casa, heheheh… Beijos no Odair! Fabi

  7. Prô Erika disse:

    Oiiii Fabi! Que notícia maravilhosa!! Ter um bichinho é completamente maravilhoso, e acredito q para o João é um aprendizado e tanto, afinal, o amor q vem de um bichinho é incondicional! =) Parabéns pela adoção, sou sua fã!…rsrsrsrs Mil beijossss!!!!!!

    • Érika, você é minha fã? Que privilégio!!! Hehehehe…
      Brigadão pelo carinho, querida.
      Beijos,
      Fabi

  8. cibele disse:

    Fabi/Mosca!!!

    Que delícia!! Adoro bichos, mas para ter aqui em casa em decidi por gatinhos.
    Lembro do Mosca falando que estava pensando em ter uma gatinha e que você, Fabi, o estava convecendo.
    Aproveitem muito, gatos são super engraçados e por mais que digam o contrário, são super companheiros.
    Beijo grande proceis

  9. Oi Fabi!

    Meus gatinhos (tenho dois) são adotados também, adoro quem opta por não comprar bichinhos com tantos precisando de lar. Decidi pelos felinos quase pelos mesmos motivos que você. Não que eu tenha preguiça de cachorro, não tenho é tempo!

    E, pra não perder o foco mais uma vez (eu adoro falar e desvirtuar conversas), vou reforçar o assunto da areia do Carrefour.

    Fiquei sabendo dela numa comunidade do Orkut chamada “Gatos, Manual de Instruções”, todo mundo idolatra.
    Eu gosto porque ela é branca e bem mais granulada e pesada que as marrons.

    Faz menos sujeira e demora para virar um concreto fedido de xixi e areia. Tem as que são mais caras e melhores, mas pra dois gatos – duas vezes xixis e cocôs – foi o melhor custo benefício que encontrei.

    Cuidado com a areia que você disse que a Malu está gostando (marrom e fininha), porque se ela acostumar, você não muda mais. Aproveite que ela é novinha. O gato dos meus pais só aceita areia de construção e não tem mais jeito de trocar a opção dele!

    Se um dia você estiver com insônia e quiser saber o quanto eu amo os bichinhos (tanto quanto construção civil e cosméticos), olha aqui:

    1) Tem minha cachorrinha Olívia que é cega, resgatei das ruas de Jandira e hoje mora em Natal, eu escrevi sobre ela aqui, num blog pessoal:
    http://carlacharmosa.blogspot.com/2009/12/olivia.html

    2) Antes deste episódio da Olivia, teve minha gata que morreu de uma bactéria, chamada Pasteurella (ou algo do tipo, não sei a grafia correta). E foi um outro episódio que mal consigo digerir até hoje…

    3) Fora o gato que eu mesma atropelei:
    http://carlacharmosa.blogspot.com/2008/04/nakombi_10.html
    http://carlacharmosa.blogspot.com/2008/03/ninho-vazio.html

    Desculpe o comentário imenso, vou continuar dando uma lida por aqui. Ah, o João é LINDO!

    Beijos!

    PS: no blog pesoal é onde está minha coletânea de “ías”, não repare!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s