João mais independente

Sempre fui mega preocupado com o João, super protetor, sempre atento a qualquer respirada mais profunda ou uma tosse diferente. Quando ele engasgou com 12 dias e desmaiou, quem o trouxe de volta fui eu e quando ele teve a convulsão febril, era no meu colo que ele estava se debatendo.

Confesso que na hora fui muito frio, mas que esses episódios me marcaram muito. Fico então, sempre atento a tudo.

Com a separação tive que enfrentar um dos meus maiores medos, ficar longe dele e não saber o que estava se passando, se ele estava bem longe dos meus olhos. É claro que ele ficaria bem, mas em minha cabeça isso ainda me atormentava.

O bacana é que eu estou percebendo que com o crescimento do João, ele já não precisa de cuidados ou atenção excessiva, estou aprendendo que crianças correm, caem e se machucam, mas que logo se levantam e voltam a correr.

Estou aprendendo a deixar o João mais solto, quero que ele seja mais independente e possa curtir mais as molecagens.

Confesso que não está sendo fácil, mas estou tentando, mesmo que sempre esteja de olho nele.

Há duas semanas atrás, ele foi em uma festinha de criança, ficou por mais de 2 horas brincando com outras crianças longe de mim, pude até comer sossegado, quer dizer, um pouco menos preocupado e comecei a soltar um pouco da mãozinha do meu pequeno príncipe.

Esse vai ser um exercício diário para mim, que me preocupo com tudo!

 

Anúncios

6 comentários sobre “João mais independente

  1. Ohhh FAbi eu sei que isso doi mas com o tempo tudo se cura….eu sei que é dificil….eu quando me separei do meu primeiro marido minha filha tinha apenas 4 anos e optou em morar com ele e ficou muito, mas muito tempo mesmo sem me ver coisa de 4 ou 5 meses eu cheguei a ficar doente eu ia lá onde ela morava as vezes ve-la de longe sem que ela pudesse me ver eu chorava dias e dias ela optou em não querer nem me ver só porque eu tinha um namorado, ela achava que eu tinha que ficar com o pai dela….A FAbi eu sofri muito com isso….hoje graças a Deus tudo correu bem e ela mora comigo desde os 7 anos…
    Perdeu a vovô, e depois perdeu o papai ai só sobrou eu né a mãezona que cuida até hoje…
    Como é bom né poder ficar perto dos filhos…..e seja coruja sim cuide porque um dia tudo isso passa ai voce vai querer que ele venha no seu colo e é tarde….eles tem que ser independente sim mas tem que ter o colinho e o mimo da mamãe….Afinal de contas foi na sua barriga que ele foi gerado né….
    Um enorme beijo a voces…se cuida, paparica muito o João ele tá lindo tenho acompanhado as fotos suas e voce tá bem na foto…toda lindona é isso ai….
    Sorte na vida e sucesso na carreira..voce merece tudo de bom…..bj

  2. Erika disse:

    É isso aí Mosca, não podemos criar nossos filhos numa redoma, eles precisam viver e aprender, claro q com a “supervisão” da gente, mas é necessário! Superproteção não ajuda o filho a se desenvolver e amadurecer. Está de parabéns pela forma como está conduzindo a educação do João, aliás, a Fabi tbm, está de parabéns!! 😉 Mil beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s